sexta-feira, 31 de julho de 2009

Mais um amigo


Estais a minha frente, olhai para mim
Vede o meu sorriso, o vosso a desafiar
Hoje eu sou a historia que sempre vos quis contar
De um príncipe valente, um gigante, um arlequim.

Vede em mim as letras que vos quero ensinar
Os números de um a mil, que não mais tem fim
Olhai em mim um filme do Donald ou do Tintim
Um palhaço no circo que finge que esta' a chorar.

Vede em mim um berlinde, uma bola , um pião,
Um Indiana Jonas, como naquele filme antigo,
Um mago meio tonto, com a varinha de condão.

Em mim vede uma luz, que trago sempre comigo,
Mais uma criança que brinca no vosso coração,
Em mim vede simplesmente, que sou mais um amigo.

Eduardo Mesquita

Sem comentários:

Enviar um comentário