Jogos de magia


Enquanto espero por vos, eu rio e canto
Desapareceu a tristeza que eu sentia
Sem vos eu sinto a mesma alegria
Como se junto de mim eu vos tivesse tanto.

Não mais irei chorar, como quando sofria,
Nos tempos idos em que aqui no meu canto
Vivia lamentos de dor, rezava a um santo
Por não vos ter, como eu tanto queria.

Espero por vos sorrindo na saudade
Os sorrisos abertos que me destes
Os tempos que passamos de felicidade.

Outros tempos virão,eles estão prestes
Seremos três crianças de verdade
A brincar jogos de magias que aprendestes.

Eduardo Mesquita.

Comentários